COMO FUNCIONA: Eletrodo de Disco para Eletroencefalografia - Phbr Medical | Insumos e Sistemas Neurofisiologia Clínica

COMO FUNCIONA: Eletrodo de Disco para Eletroencefalografia

//COMO FUNCIONA: Eletrodo de Disco para Eletroencefalografia

COMO FUNCIONA: Eletrodo de Disco para Eletroencefalografia

2021-02-09T10:21:53-03:0009/02/2021|

Um dos elementos mais importantes para um registro de eletroencefalografia, os eletrodos são os agentes responsáveis pela transmissão da atividade elétrica do cérebro até os amplificadores do eletroencefalógrafo.

Compostos de metais, os eletrodos são posicionados e fixados ao couro cabeludo para captar a atividade elétrica cerebral. Sua fixação é feita através de uma solução de eletrólito (normalmente uma pasta condutiva), que, a depender da qualidade, garantirá a boa fixação e a transmissão limpa dos sinais obtidos.

É através dessa interface metal-eletrólito (eletrodo-pasta condutiva) que o fluxo de elétrons caminha – dos eletrodos, fixados no couro cabeludo, até o amplificador do eletroencefalógrafo.

Durante sua aplicação, é importante que os eletrodos sejam fixados de maneira adequada (com uso de uma pasta condutora) para que haja um bom resultado na medição dos sinais.

Após a aplicação dos eletrodos, deve-se ainda medir a impedância através de uma aplicação de corrente elétrica dentro do circuito, para então realizar os ajustes necessários na quantidade da solução condutora ou no posicionamento dos eletrodos.

Clique aqui para conhecer nossos Eletrodos de Disco e nossa Pasta Condutiva para os exames de Eletroencefalografia (EEG)!